Tecnologia e Conteúdo em sala de aula

A tecnologia pode auxiliar muito o processo ensino-aprendizagem em sala de aula, porém, o mais importante é sempre  o conteúdo e a forma como este é usado interativamente.

O conteúdo digital deve ser específico para as necessidades de aprendizagem do aluno, a fim de fixar conceitos já trabalhados em classe pelo professor, para que o aluno evolua em cada objetivo proposto.

Outro objetivo essencial para o uso de equipamentos em sala de aula é permitir que o professor identifique rapidamente que dificuldades há no aprendizado de sua classe. E, com criatividade, pode reeditar as aulas e adequá-las às suas turmas.

A tecnologia pode criar condições para que o professor trabalhe melhor em sala de aula, de modo que se desenvolva com mais eficiência o processo ensino-aprendizagem.  O planejamento, no entanto, se faz necessário, ou os resultados podem não ser os esperados.

O uso das tecnologias de informação e comunicação nas aulas desempenha um papel importante, desde que integrado corretamente ao contexto pedagógico.  É realmente um desafio que exige dos professores preparo específico para manejar as ferramentas disponíveis ao preparar suas aulas.

Ainda há uma certa resistência, por parte de alguns alunos, que se rebelam ao perceber que as ferramentas tecnológicas utilizadas pelo professor atuam, não como entrenimento, mas, efetivamente como instrumento de ensino e aprendizagem. Este é um desafio que ainda temos de vencer.

 

Esta série continua…

 

Gostou do Blog?

O que é RSS?

Assine o Feed RSS ou receba nossos textos por email. É grátis!
Digite seu email:

Articles in this series

4 comentários para “Tecnologia e Conteúdo em sala de aula”

  1. Estrutura para usar tecnologia nas aulas | Sturm und Drang!

    […] em sala de aula, de modo que se desenvolva com mais eficiência o processo ensino-aprendizagem.  O planejamento, no entanto, se faz necessário, ou os resultados podem não ser os […]

  2. Sybylla

    O principal problema a meu ver no uso de tecnologia em sala de aula no processo de ensino-aprendizagem é o próprio sistema operacional. As escolas teriam que ter um sistema próprio justamente para desvincular essa ideia de que usar o computador para trabalho e estudo é uma coisa chata. O modo como hoje fazemos de usar o Word, o Power Point, são sistemas fechados, pagos – mesmo que seja para educação, eles são pagos – e que possuem funções independentes, cuja integração demanda um pouco mais de conhecimento da parte dos alunos e professores.

    Um sistema educacional aberto poderia ser criado para o governo integrar o ensino e manter um padrão para toda a rede pública, por exemplo. Um sistema livre, de código aberto, intuitivo e de fácil uso que habilite os alunos a subir de nível até operar os sistemas para Windows, por exemplo. A questão é que os alunos estão em diferentes níveis de conhecimento de tecnologia, bem como os professores. Talvez um sistema único, mais simples, pudesse diminuir essa diferença. 😀

  3. Um blog é uma coisa viva | Sturm und Drang!

    […] depois de tantos anos de blog, a Denise continua se renovando, renovando seu conteúdo e o próprio […]

Leave a Reply

WordPress spam blocked by CleanTalk.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...