7 comentários para “A “reescrita” de textos”

  1. valterferraz

    Opa! então vamos participar. Quem sabe assim melhora também o nosso nível? Tem horas que fico espantado com coisas que leio aqui na web. Pessoas com uma boa formação, cheia de atitudes como se diz hoje em dia, mas com cada errinho na escrita!
    Aqui em casa conto com o precioso auxílio da Aninha, minha personal-consulter para assunto linguísticos. É ela minha copy-desk.
    Um abraço

  2. aninha-pontes

    Perfeito Denise, acho extremamente importante o assunto. Tenho pena e dó, quando vejo os jovens que não sabem ler, e em consequência disso, não sabem escrever.
    Sempre demos muita importância à isso aqui em casa, não tenho vergonha de meus filhos, lendo, escrevendo e principalmente falando. Claro, uma coisa está lidada a outra. Falta leitura, leitura e leitura.
    Agora,o que o Valter disse, na verdade nos ajudamos, o tempo vai passando, e a gente vai sentindo a nossas limitações, vão com certeza aparecendo, principalmente, porque hoje, já sem atividade fora de casa, e com pouca leitura, a inteligência da gente vai embotando.
    Esse é outro assunto interessante, a falta de uso, atrofia.
    Beijos minha linda!

  3. aninha-pontes

    Vixe, exagerei heim?
    beijos

    De jeito nenhum, nada de exagero. é pura realidade. Sem leitura, sem escrita eficiente. Só ouvir, não adianta. Obrigada pelo apoio de vocês dois, ok.
    beijo, menina

  4. Claudia Lyra

    Excelente iniciativa, Denise. Me parece uma ótima maneira de fazer crianças e adolescentes se interessarem em usar português na internet, e não aquele pavoroso “miguxês”. Uma vez incentivei meu filho, na época na 6ª série do ensino fundamental, a fazer um blog com os colegas de escola dele. Fiquei surpresa de saber que, no laboratório de informática do colégio – que se diz um colégio tão ‘mudeeeerrrnoo’ – os blogs eram bloqueados. Vai entender…

    Claudia, estou preparando este projeto há uns dois anos e ainda não tive oportunidade de transformá-lo em realidade, justamente pela dificuldade de se acessar os benditos computadores. Tenho de contar com os pcs dos alunos e com o meu…
    beijo, menina

  5. D. Afonso XX o Chato

    Olha Denise, empreitada “maluca” essa. A internet proporciona inúmeros tipos de “ligação entre o conteúdo formal e sua forma de expressão”, de acodo com o tipo de “meio”, se blog, se site, se revista eletrônica, se jornalismo, etc. (bem o sabes).

    De qualquer maneira, percebo aí, até onde sei, uma grande novidade. Mas não faça apenas para os jovens, pois tem muito adulto “formado” que não consegue se expressar de acordo com o meio que usa.

    Sucesso e, no que puder ajudar, estamos por aqui. bjs

  6. acomentarista

    Que legal! Vai sair uma tese disso tudo?

    beijos

  7. denise

    Ah, ah, pessoal, vocês não existem! Afonso, eu “apenas” estou “humildemente” ajudando meus alunos a escrever melhor e refletir sobre os textos que lêem. E a idéia de usar o computador é uma ferramenta de motivação pra eles. E isso não é novidade. Muitas escolas e professores fazem isso. Quanto aos adultos, poderão participar com os comentários, que manterei aberto a discussões.
    E, Comentarista, nada de tese, he he, apenas estou unindo um prazer pessoal, que é blogar, a minha profissão, utilizando uma ferramenta poderosa e atrativa pra estimular meus alunos (e quem mais quiser) a escrever melhor e refletir criticamente sobre os temas dos textos lidos.
    Obrigada, e conto com todos pras discussões.
    beijos!

Leave a Reply

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
%d blogueiros gostam disto: