21 comentários para “Você reutiliza a água da lavadora?”

  1. leticia coelho

    Dê,
    essa de reaproveitar a água da máquina eu aprendi com minha cunhada! 🙂
    Beijos menina

  2. Carol Daemon

    Olá Denise,
    é prazer enorme ver a “menina do dedo verde” por aqui.

    Um grande abraço e apareça sempre.

  3. Links interessantes: semanas 22 e 23/2009 » LumaKimura.net [ Blog ]

    […] Você reutiliza a água da lavadora? » Sturm und drang! […]

  4. Meu Google Reader | 30 & Alguns

    […] Você reutiliza a água da lavadora? – Sturm und Drang! […]

  5. alexa

    lavo todo o meu quintal/garagem com a agua da maquina , as vezes ate molho as plantas – principalmente se a agua e da parte de enxague.

  6. Leonardo Bastos

    Prezados Internautas
    Sou Graduando em Gestão Ambiental, Técnico Químico e Técnico de Operação em Estação de Tratamento de Águas e é bem polêmico o reuso de águas cinzas, banho, máquina de lavar e similares. Nos EUA, a EPA, Agência Ambiental, normatiza que apenas acima de 5000 litros diários possa ser reutilizado, mas tem que manter a qualidade da água bem pura, com pequenas estações de tratamento dentro de casa ou prédio. Na Austrália, as águas cinzas são coletadas separadamente e vão para estações de tratamento e retornam para as residências em tubulações de cor lilás, para diferenciar o uso. Mas o importante é que são tratadas antes do uso. Temos bactérias e em muitos casos patogênicas que inclusivem podem causar cegueira, dentre outros problemas. Lembrar que uma bactéria a princípio que se achava inofensiva, a Legionaire, matou dezenas de soldados no Canadá, os Legionários, por isso o nome da bactéria. Foi no ar, mas ataca também na água. Como disse é bem polêmico e tem que ser estudado e discutido, apresentando soluções. Outro lembrete que faço é que o sistema de esgoto cloacal, leia-se privada, não pode receber cloro, amaciante, detergentes, etc.. porque no cloacal, tem bactérias anaeróbicas agindo no tratamento e qualquer mudança, apenas de pH é o suficiente para matá-las, ainda mais colocando cloro e dezenas de outros produtos químicos, só atrapalhando o tratamento inicial do esgoto. Temos os PPCP’s, produtos de beleza, cosméticos, farmacêuticos e de limpeza indo para o esgoto cloacal, tudo para contribuir para destruir o tratamento.
    Aguardo contato, para tirar dúvidas e apresentar soluções ambientais. leonardo.bastos@terra.com.br
    Leonardo Bastos

  7. Felipe

    Leonardo,

    Sou Engenheiro Civil com ênfase em recursos hídricos e na minha opinião, tudo que vc disse está certo, porém, com uma lógica meio “torta”.
    Esclarecendo:
    Primeiro: a água da lavadora é uma água cinza, porém, a ela não se pode aplicar todos os cuidados de todos os outros tipos de águas cinza. Por exemplo, a questão de patogênicos que neste caso é praticamente irrelevante, salvas raríssimas exceções (onde normalmente o usuário é informado por um médico para ferver a roupa ou algo do tipo, dependendo da infecção).
    Segundo: que história é essa de esgoto cloacal? Com todo respeito mas este argumento, neste caso, não pode ser utilizado. Veja bem, se esta água não for reutilizada, para onde ela vai? Ela vai para o mesmo lugar do esgotamento cloacal. Tudo vai ser BEM misturado antes de atingir a ETE, se esta existir.
    Terceiro: todos estes PPCP’s, que normalmente (sem o reúso) já são esgotados por vias usuais, reacaem no mesmo caso acima, onde estes se misturarão com o esgoto cloacal. Então isto também não faz o menor sentido prático.

    E note que eu não estou dizendo que todos estes materiais se misturando à matéria orgânica não vão interferir no ph ou na eficiência do tratamento na ETE. O que estou dizendo é que isto só teria alguma relevância prática se por um acaso existisse uma ETE na casa/condomínio da pessoa, onde seria realmente possível fazer a separação deste dois efluentes. Caso contrário, que diga-se de passagem é a maioria esmagadora dos casos, esta separação não existe. A única separação na rede de esgotamento no Brasil é feita em relação ao esgotamento pluvial e o sanitário.

    Abraço,
    Felipe.

  8. Leonardo Bastos

    Desculpe-me pelo esquecimento, não coloquei o link para o B.O. sobre descarga de águas cinzas em Manancial na Austrália. Ai vai, muito interessante, vale a pena dar uma olhada: http://www.epa.wa.gov.au/docs/1074_EPP_GMCL92.pdf
    Um abraço

    Leonardo Bastos

  9. Leonardo Bastos

    Vou postar em duas partes, ficou grande demais:
    1ª Parte
    Felipe

    Ainda bem que existem visões diferentes do mesmo processo, mas estudo e vejo pela ótica ambiental. Se não fazem a separação de águas cinzas das cloacais, não pode servir de parâmetro para dizer que não se deva fazer o certo. Todos os estudos mundiais apontam para o mesmo problema: não se pode usar águas cinzas sem um pré-tratamento, isso é fato e indiscutível. Apontarei os estudos a respeito, todos referenciados, a todos que quiserem pesquisar. No site da EPA, podem consultar o link: http://www.epa.gov/nrmrl/pubs/625r00008/html/tfs9.htm sobre a necesssidade de se separar águas cinzas das negras (cloacais)e seu tratamento, o que dificulta para residências, imagina no Brasil: milhões de brasileiros comprando cloro nas mercearias e botequins (vão vender com certeza), para colocar em casa. Quantas mortes ocorrerão por uso indevido de produtos químicos? Impraticável e por isso, países desenvolvidos e outros nem tanto, construiram estações de tratamentos de águas cinzas, posso citar: Nos EUA: Califórnia, Flórida: em St. Petersburg (Mantovani et al. 2001), o Projeto CONSERV II, em Orange County FL e Orlando, Ironbridge STP, também em Orlando, Gainesville (Williams 1996, Walt Disney World Resort Complex, Curtis Stanton Energy Center, Tampa’s McKay Bay Refuse-to-Energy Centre, Na cidade de Altamonte Springs instituted e o Projeto Apricot – ‘A Prototype Realistic Innovative Community of Today’ e outros estados; na Virgínia: Virginia’s Upper Occoquan Sewage Authority (UOSA), desde 1978; em Denver: Colorado’s Denver Water, existe desde 1983; em Las Vegas, Nevada: Lake Meed (Hoover Dam), em Louisiana e muitos outros. No Canadá: Nos estados Columbia, Alberta, Manitoba, Saskatchewan e Ontario (Marsalek et al. 2002). Namíbia: Na Capital Windhoek (Odendaal et al. 1998, Law 2003). Singapura, a planta funciona desde mai/2000, baseados em recomendação National Research Council USA, (NRC 1998), até com utilização de Osmose Reversa e UV. Japão: Diversas regiões, mas posso citar: Tóquio (JSWA 2002), Em Osaka, onde construiram uma Planta que chamam a Planta Master do Século 21; Hirakata (Hattori 2003). Na Europa, Norte da África e Mediterrâneo: Hungria, Israel, Belgica, Tunisia e Holanda Netherlands. Alemanha, França e Inglaterra completam mais alguns exemplos.
    Estou enviando link para baixarem artigo excelente produzido pelo Governo da Austrália sobre como reciclar águas cinzas (inclusive), sempre em estações apropriadas e nunca em casa: e um excelente, espetacular Guia para seguir quando pensar em fazer reúso (não deixe de baixar, poderá ser muito útil para seus estudos): http://www.health.wa.gov.au/publications/documents/HP8122%20Greywater%20Reuse%20Draft%20Guidelines.pdf. Outro Guia sobre os cuidados de usar águas cinzas como irrigação: . Podem e devem acessar o link da Universidade Wollongong, da Austrália; onde estudam muito a fundo a questão sobre as águas cinzas: e aplicam em vários Projetos pelo país a fora, novamente digo: reciclando em estações de tratamento nos bairros e retornando em tubulações de cores diferentes da potável.

    Fim da 1ª Parte

  10. Leonardo Bastos

    Enviando em duas partes:
    1a. Parte

    Felipe

    Ainda bem que existem visões diferentes do mesmo processo, mas estudo e vejo pela ótica ambiental. Se não fazem a separação de águas cinzas das cloacais, não pode servir de parâmetro para dizer que não se deva fazer o certo. Todos os estudos mundiais apontam para o mesmo problema: não se pode usar águas cinzas sem um pré-tratamento, isso é fato e indiscutível. Apontarei os estudos a respeito, todos referenciados, a todos que quiserem pesquisar. No site da EPA, podem consultar o link: http://www.epa.gov/nrmrl/pubs/625r00008/html/tfs9.htm sobre a necesssidade de se separar águas cinzas das negras (cloacais)e seu tratamento, o que dificulta para residências, imagina no Brasil: milhões de brasileiros comprando cloro nas mercearias e botequins (vão vender com certeza), para colocar em casa. Quantas mortes ocorrerão por uso indevido de produtos químicos? Impraticável e por isso, países desenvolvidos e outros nem tanto, construiram estações de tratamentos de águas cinzas, posso citar: Nos EUA: Califórnia, Flórida: em St. Petersburg (Mantovani et al. 2001), o Projeto CONSERV II, em Orange County FL e Orlando, Ironbridge STP, também em Orlando, Gainesville (Williams 1996, Walt Disney World Resort Complex, Curtis Stanton Energy Center, Tampa’s McKay Bay Refuse-to-Energy Centre, Na cidade de Altamonte Springs instituted e o Projeto Apricot – ‘A Prototype Realistic Innovative Community of Today’ e outros estados; na Virgínia: Virginia’s Upper Occoquan Sewage Authority (UOSA), desde 1978; em Denver: Colorado’s Denver Water, existe desde 1983; em Las Vegas, Nevada: Lake Meed (Hoover Dam), em Louisiana e muitos outros. No Canadá: Nos estados Columbia, Alberta, Manitoba, Saskatchewan e Ontario (Marsalek et al. 2002). Namíbia: Na Capital Windhoek (Odendaal et al. 1998, Law 2003). Singapura, a planta funciona desde mai/2000, baseados em recomendação National Research Council USA, (NRC 1998), até com utilização de Osmose Reversa e UV. Japão: Diversas regiões, mas posso citar: Tóquio (JSWA 2002), Em Osaka, onde construiram uma Planta que chamam a Planta Master do Século 21; Hirakata (Hattori 2003). Na Europa, Norte da África e Mediterrâneo: Hungria, Israel, Belgica, Tunisia e Holanda Netherlands. Alemanha, França e Inglaterra completam mais alguns exemplos.
    Estou enviando link para baixarem artigo excelente produzido pelo Governo da Austrália sobre como reciclar águas cinzas (inclusive), sempre em estações apropriadas e nunca em casa: e um excelente, espetacular Guia para seguir quando pensar em fazer reúso (não deixe de baixar, poderá ser muito útil para seus estudos): http://www.health.wa.gov.au/publications/documents/HP8122%20Greywater%20Reuse%20Draft%20Guidelines.pdf. Outro Guia sobre os cuidados de usar águas cinzas como irrigação: . Podem e devem acessar o link da Universidade Wollongong, da Austrália; onde estudam muito a fundo a questão sobre as águas cinzas: e aplicam em vários Projetos pelo país a fora, novamente digo: reciclando em estações de tratamento nos bairros e retornando em tubulações de cores diferentes da potável.
    Final da 1a. parte Continua…

  11. Fernanda

    Reutilizar a agua da lavadora é uma boa ideia, mas confesso que nunca pensei nisso… p nao dizer que nunca pensei, eu tenho uma lavadora frontal, e uma vez precisei abrir a porta no meio do processo, claro que só abriu dps que a desliguei, e ao abrir a porta, molhou td a lavanderia. Usei a agua para lavar o chao, que estava sujo tb

  12. katia

    Genial mesmo a ideia dela. Tem lavadoras que gasam muita agua. Enche o tambor todo e depois joga fora essa agua. Bom mesmo é poder reutiliza-la… tenho uma lavadora com a porta na frente e economiza bastante, mas nao da pra utilizr a agua

    1. denise rangel

      Katia, já que a porta da lavadora é na frente, use a última água de enxágue para lavar o chão da cozinha ou área de serviço, onde a máquina fica, que acha?
      beijo, menina

  13. Sabrina

    Oi Denise, tomei a liberdade de ler alguns comentarios, e também tenho uma lavadora frontal, mas ela fica na lavanderia, e a mangueira que sai a agua, fica num cano na parede que vai direto pro esgoto se nao me engano. Entao, não posso tirar a mangueira no ultimo enxague mesmo assim?

  14. denise rangel

    Oi, Sabrina
    A mangueira pode ser retirada do buraco na parede e colocada no tanque ou balde, para aparar a água pra ser usada na limpeza.
    beijo, menina

  15. francine

    hum, boa ideia pra qm tem maquina com abertura frontal.. vou fazer isso, vou pegar a agua e lavar a cozinha.. nao tinha pensando nisso.. vlw

  16. jeniffer

    humm. eu tb tenho maquina com abertura frontal (LG 1409RD ) com a agua que sobra, eu lavo a area de serviço… =)

  17. jussara

    aham…. eu costumo lavar o quintal, cozinha…. nao disperdiço nao..! vlw

  18. marta

    eu reutilizo a água da minha lavadora, mas eu gasto muito pouco, eu tenho uma maquina de lavar lg que não gasta muita água na hora de lavar roupa!

  19. Carol Daemon

    Oi Denise,
    não nos falamos desde esses tempos. Uma pena.
    Agora, meu blog está concorrendo ao TOPBLOG 2011 na categoria sustentabilidade.
    Conto com o voto de todos.
    Para visitar o blog:
    http://caroldaemon.blogspot.com/

    Para votar, visite o link abaixo e confirme sua escolha:
    http://www.topblog.com.br/2011/index.php?pg=busca&c_b=19130455

    Um grande abraço e apareça,
    Carolina

  20. Carol Daemon

    Oi,
    Meu blog concorre ao TOPBLOG na categoria sustentabilidade.

    Cheguei ao segundo turno, tendo ficado entre os 30 primeiros em todas as apurações e mais do que nunca, preciso que todos votem. Os votos do primeiro turno não contam para o segundo, daí minha insistência.

    Para votar, basta clicar no link abaixo, escolher a opção email, digitar nome-email e depois, confirmar o voto pela mensagem recebida.
    Votos não confirmados, não são computados.
    Pode-se votar de vários emails diferentes.
    As votações encerram à meia noite de segunda.

    http://www.topblog.com.br/2011/index.php?pg=busca&c_b=19130455

    Um abraço e obrigada,
    Carolina

Leave a Reply

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
%d blogueiros gostam disto: