Um dia de mestre

Nesses quase trinta anos de magistério, ainda não enlouqueci (ou será que sim e nem percebi?). São tantos momentos intensos vividos em sala de aula que pensei em registrá-los neste livro vivo. Contar as alegrias e tristezas, os bons momentos, os erros que cometi (e ainda cometo), e os acertos também, as dúvidas e incertezas, os sonhos, as frustrações e realizações. O que aprendi e aprendo com meus alunos, enfim, tanta coisa para dizer, para refletir, para refazer, para sentir, para compartilhar…

Aula ruim

Aula ruim é aquela em que só o professor fala e os alunos ficam quietos feito estátuas, ou falando pelos cotovelos, ignorando sua presença. O professor faz alguma pergunta e nada. Fala mais um pouco e nada. Os alunos com aquela “cara de paisagem”…

De repente, um aluno, lá no fundo, levanta a mão. O professor, esperançoso (nem tudo está perdido), imaginando que uma pergunta interessante vem por aí, dá a palavra ao aluno, e então:

– Professor, posso ir no banheiro?

Já dei uma aula assim…

imagem: daqui

Gostou do Blog?

O que é RSS?

Assine o Feed RSS ou receba nossos textos por email. É grátis!
Digite seu email:

2 comentários para “Um dia de mestre”

  1. drang48

    Olá, Denise: Deve ser mesmo frustrante a situação que vc expõe, mas tb é aí que reside o desafio:como manter e prender a atenção dos alunos? Usar todos os artifícios possíveis e imagináveis, todos os recursos, desdobrar-se, fugir do padrão e tudo o que os métodos convencionais que a pedagogia sugere.Mudar os paradigmas, convocá-los à descoberta diária da vida escondida em textos,contos e poesias. Ei, olha eu querendo ensinar o professor.Desculpe, talvez seja o professor escondido neste sujeito que não fez nem o segundo grau.
    Força, sempre.
    Abraço, menina.
    PS:queriamuito ter sido seu aluno, eu jamais te deixaria falando sozinha.
    valter Ferraz | Homepage | 03.23.06 – 7:04 am | #

    ——————————————————————————–

    Menina ser professor não é mole não, coisa para poucos…Beijão.
    Jan | Homepage | 03.23.06 – 12:18 pm | #

    ——————————————————————————–

    Tão frustante qto este pedido, é o aluno dizer, professora pode repetir? Tudo bem o que vc não entendeu? Ah! eu não entendi nada. Mas não pegue seu materia vire as costas e vá embora. Respire fundo. O que vc faz no final compensa.
    bjs
    Ana Pontes | Homepage | 03.23.06 – 12:19 pm | #

    ——————————————————————————–

    Sou professor de Matemática e sei bem o que você está falando, Denise. Já passei por tanta coisa que essas coisas ficaram repetitivas. Lidar com crianças e adolescentes é cruel!

    Beijos e ótima quinta-feira!
    Gaúcho.
    Gaúcho | Homepage | 03.23.06 – 12:22 pm | #

    ——————————————————————————–

    A sorte é que tambem fomos adolescentes e sabemos que muitas vezes os hormonios nos deixam em outro mundo. Beijos
    Elizabeth | Homepage | 03.23.06 – 3:40 pm | #

    ——————————————————————————–

    Gaúcho, professor de matemática? Caramba!
    valter Ferraz | Homepage | 03.23.06 – 4:11 pm | #

    ——————————————————————————–

    Valter, às vezes dá frustração mesmo, pois nem sempre dispomos de todos os recursos, e há uma resistência a ´métodos não convencionais. Tenho usado muito os textos,como já falei nos posts anteriores. E quanto ao professor escondido em você é a consciência de que educação é tarefa de toda sociedade.Obrigada, acalme-se . Ainda há alunos que não nos deixam falando sozinhos!
    Abraço, garoto
    ————————————-

    Jan, ser professor não é coisa para poucos É coisa pra todos. Toda sociedade precisa se envolver neste processo
    Beijo, menina
    ————————————
    Ana, é cada vez mais comum eles não entenderem nada. E confesso que dá vontade de pegar meu materia e ir embora. Mas, o resultado só aparece anos depois, e nós nem ficamos sabendo.
    beijo, menina
    ————————————
    Gaúcho, eu diria que lidar com crianças e adolescentes não é cruel!
    Cruel é o sistema de que somos quase cobaias!
    abraço, garoto
    ————————————-
    Elizabeth, na nossa época fomos adolescentes mais responsáveis, e com menos dificuldades, a família participava da educação dos filhos, éramos mais cobrados.
    beijo. menina
    ————————————-
    denise | Homepage | 03.24.06 – 10:36 am | #

    ——————————————————————————–

    já passe por situações idênticas. é mesmo muito ruim.
    bom fim de semana.
    um abraço
    graziela
    grzl | Homepage | 03.24.06 – 1:04 pm | #

    ——————————————————————————–

    trabalhando muito? Tá sumida.
    abraço
    valter Ferraz | Homepage | 03.24.06 – 10:25 pm | #

    ——————————————————————————–

  2. Ao mestre. Com carinho? | Sturm und drang!

    […] Um dia de mestre […]

Leave a Reply

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
%d blogueiros gostam disto: