4 comentários para “Sabão ou doce?”

  1. Allan

    Sabe que por aqui se eu quiser fazer sabão vou ter que pedir óleo ao restaurante da esquina? Quase ninguém come fritura em casa, a quantidade de azeite usada é tão mínima que nunca sobra. Peraí que vou ali na esquina pedir um pouco de óleo…

    🙂

  2. denise rangel

    Oi, Eloisa,
    A vigilância sanitária realmente alerta as pessoas quanto à proibição da comercialização de produtos de limpeza sem a autorização da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), a fim de evitar acidentes com a saúde, uma vez que esses produtos não são fabricados sob fiscalização de um profissional competente.
    beijo, menina

  3. eloisa

    Prezados Senhores:

    Como atitude sustentável , ao invés de descartar na natureza o oleo de fritura usado em meu restaurante, levo- o para casa semanalmente e o transformo em sabão que volta ao restaurante nesta nova forma e e usado para lavar loucas.
    Para minha surpresa, um amigo me falou que este procedimento e condenado pela vigilância sanitária. Todavia nao encontrei nada na legislação federal. a Por acaso esta restrição e municipal? Vocês sabem algo sobre isto?
    Também nao encontrei nada na legislação municipal.Se for fato, gostaria de receber o artigo que trata disto.
    Grata pela atenção, aguardo retorno
    Ps: o sabão ficou muuuuito bom. Limpa “”pracaramba”” rsrsr

  4. Sabão de baunilha - porque estamos em festa! | Sturm und Drang!

    […] essência de baunilha para suavizar o cheiro do sabão, porque esta essência lembra docinhos, e docinhos lembram festa, que, por sua vez, remetem ao aniversário deste […]

Leave a Reply

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
%d blogueiros gostam disto: