Quero uma morte rápida e indolor

Estou muitíssimo indisposta, desde o início da semana. Detesto me sentir mal, mas uma infecção viral me pegou de jeito.
O horrível foi ter de enfrentar dois exames de sangue, um de urina e algumas sessões de “procura-a-veia-e-não-acha” por uma enfermeira que mais parecia estagiária e eu a cobaia dela. Felizmente o diagnóstico inicial de suspeita de dengue foi descartado. Menos mal.

Tenho a sensação de que vou morrer, toda vez em que me sinto mal, seja por que motivo for. Vem-me à mente o meu sobrinho que morreu sozinho em casa e não me desgrudo do celular.

Na verdade, nem temo a morte em si, mas ficar sozinha, estribuchando, sem ninguém para ajudar me deixa meio paranóica. Peço sempre a Ele que minha morte seja rápida e indolor.
Já avisei à minha filha que não quero aparelhos ligados a mim. Sou muito frouxa para dor física. No dentista, quero anestesia, sempre! Até na hora do parto eu apagava, porque ninguém aguentava meu nervosismo e me davam algo para dormir (tive duas cesarianas, por recomendação médica).

Hoje estou em casa e não vou sair porque a sensação de estafa, esgotamento mesmo, é terrível. Trabalhei a segunda-feira toda, muito mal, mas, à noite e no dia seguinte, caí mesmo. Não trabalhei na terça e, na quarta, pedi pra sair às dez da manhâ, pois mal me agüentava em pé.

A médica perita me concedeu uma semana de licença mas, a teimosa aqui, com trabalho acumulado por conta da ida a Sampa de quinta a domingo, insiste em colocar tudo em dia. O corpo pede cama, mas a mente diz: “vai trabalhar, lerda!” Preciso de um sossega-leão, ou leoa, hehe.

Gostou do Blog?

O que é RSS?

Assine o Feed RSS ou receba nossos textos por email. É grátis!
Digite seu email:

14 comentários para “Quero uma morte rápida e indolor”

  1. Cejunior

    Denise, o melhor que você faz é repouso absoluto, inclusive de computador. Desligue-se completamente.
    Melhoras e um bom fim de semana.
    Um beijão.

  2. Lucia Malla

    Melhoras, Denise! Descanse bem no fim de semana. 🙂

  3. Odele Souza

    Obrigada por sua adesão à Blogagem Coletiva JUSTIÇA PARA FLAVIA.

    Um abraço.

  4. Odele Souza

    Esqueci de dizer que gosteimuito de seu blog.

  5. Odele Souza

    Que feio isto que estou fazendo: Ir e voltar e comentar aos poucos. mas como você, também estou cansada. Mas desta vez voltei para te desejar melhoras. Por vezes a sensação de ma estar vem de enorme cansaço fisico.Descanse, relaxe e relaxe. Aos poucos você vai melhorar.

    Um forte abraço.

    PS.Quando eu voltei para dizer que gostei de seu blog é por causa dos temas aqui tratados. E vejo ai nos links ao lado que temos amigos em comum.

  6. Mário

    Bom, eu espero que a esta hora você já esteja melhor e mais animada. Saúde, menina! Muita saúde para você!

  7. denise

    Obrigada a todos: Carlos, Lucia, Mario e Odele.
    Estou melhor hoje, ainda cansada, mas sem aquele horrível mal-estar.

    Odele,
    não agradeça, sou solidária a esta dor de mãe. Que bom que a blogosfera promoveu nosso encontro. Prazer enorme em conhecê-la.
    beijos em todos, meninas e garotos

  8. Yvonne

    Denise, seu sonho é o de todos nós. Eu que venho de uma família materna cheia de AVC’s fico em pânico em alguns momentos.
    Beijocas, melhores e um gostoso fim de semana

  9. aninha pontes

    Bom, só consegui dar risada. Desculpe, mas foi inevitável.
    Essa história de ficar estrebuchando…Ah! ah! ah!
    Mas sei que já está melhorzinha. Li os emails do bem.
    Se cuida menina, otrabalho não vai acabar, e você sim.
    Vem prá cá que eu cuido de você.
    Beijinhos

  10. denise

    Yvonne,
    Na minha família as pessoas levam meses no hospital, demoram muito a partir, e eu não quero isto para mim, quero ir para a luz rapidinho, kkkkkk.
    beijo,menina

    Aninha,
    É engraçado mas também é trágico. Quanto ao trabalho, me manter ocupada faz esquecer o mal-estar.
    beijo,menina

  11. Veridiana Serpa

    Denise, desejo melhoras e o seu texto me fez lembrar uma vez que falei pra minha mãe que rezava e pedia para não morrer em acidente, não morrer em incendio, afogada, a lista era imensa, aí minha falou se eu não achava mais fácil rezar e pedir para não morrer… rs… bjs

  12. denise

    Pedir para não morrer, hehehe. Na verdade, não morremos; mudamos.
    Espero que minha mudança seja bem rápida.
    beijo, menina

  13. ademir

    como isso legar vcs devem ir pra la mesmo vida não se tira apenas deixa tempo passar ela se acabar apenas naturalmente isso é lei da vida como nadas mas do isso

  14. ademir

    como andas vida a gente não morre gente descansa todo santo dia quando eu vejo ela meu dia se renova mas dela se fica nubrado os santos não batem o que fazer nesse sentido vida esta andado passando tudo se acabando tudo anda mas tudo se passa

Leave a Reply

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
%d blogueiros gostam disto: