Um comentário para “Qual o sabor da vingança?”

  1. Auto de resistência | Sturm und Drang!

    […] não repudiamos as execuções bárbaras e aceitamos a punição dos malfeitores com a morte, não nos tornamos executores semelhantes? Lavamos as mãos e vamos dormir tranquilos com menos um bandido vivo na cidade? Sequer percebemos […]

Leave a Reply

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
%d blogueiros gostam disto: