36 comentários para “Prefiro a serenidade dos blogs ao ruído facebookiano

  1. Marina

    A blogosfera tem acompanhado e evoluído junto com as redes sociais e outras “traquitanas” da internet, por isso acho que dificilmente esta vai morrer.
    As redes sociais são passageiras, tem um tempo de início, apogeu e decadência (vide orkut), ao passo que os blogs estão na web desde que a mesma começou a se tornar mais acessível, e a cada dia nascem novos.
    Por isso não acho que a blogosfera seja ultrapassada.
    E os blogs não precisam rivalizar com as redes sociais, pelo contrário. Uma discussão interessante pode nascer em um e continuar em outro, e vice-versa. Os blogs na verdade aproveitam e bem as redes sociais para divulgarem-se mais. Acredito que a blogosfera ainda tem um longo tempo pela frente.

    1. Denise Rangel

      Marina,
      Exatamente. Os blogs são um espaço permanente. Só morrem se o blogueiro não se adaptar às mudanças na rede.
      Beijo, menina

  2. Diva

    Eu acho que os dois andam juntos, servindo um ao outro. Nos últimos tempos conheci blogs muito bons através de links ou imagens encontrados no Facebook. Realmente a paz dos blogs não se compara ao agito dos milhares de posts no Facebook a ponto de me angustiar por não conseguir acompanhar tudo…Fazer o quê se eu tenho de checar tudo, todos os links, imagens, notícias e etc…

    1. Denise Rangel

      Diva,
      Aquele ruído todo é um estresse para quem precisa checar tudo. Isso só se justifica se for para trabalho. Como lazer, considero estafante.
      Beijo, menina

      1. Luma Rosa

        Oi, Denise!
        Partilhei o seu post no facebook e está gerando uma boa discussão… Eu escrevi por lá, que morro de preguiça do facebook, justamente por causa dessa qualidade estafante que ele tem. Na minha família, somente os mais velhos permanecem interagindo no facebook. Os mais jovens já fogem para outras redes mais novas.

        1. Denise Rangel

          Luma,
          Obrigada por compartilhar. Vejo o Facebook como um espaço amplo, onde as informações se perdem, dada a velocidade e ferocidade com que são partilhadas. Os jovens talvez estejam à busca de mais privacidade.
          Beijo, menina

  3. Allan

    Sim, também prefiro a tranquilidade da blogosfera. Vejo no Facebook – nas poucas vezes que entro – uma certa euforia em publicar (quase um desespero), sem se importar com a qualidade.

    O Facebook precisa se atualizar, oferecer novos serviços, tentar atrair e manter inscritos cada vez mais, pois se trata de um empreendimento comercial. Já a blogosfera é mais espontânea e diversificada, onde cada blogueiro impõe as próprias regras. Nem sempre com cunho comercial.

    Só não consegui manter o hábito de responder ao leitores no próprio post. Gosto mesmo é de visitar e responder no blog do visitante, quendo o tem.

    Beijocas

    🙂

    1. Denise Rangel

      Allan,
      Exato. Cada blogueiro faz suas próprias regras. Essa liberdade não tem preço.
      Abraço,garoto

  4. Karin Filgueira

    Denise, querida, boa noite!
    Venho retribuir sua tão doce e simpática visita ao Meu Doce Lar e confesso que me arrepiei com esse texto!
    Puxa vida, poderia ser até eu mesma quem o escreveu tamanha semelhança com o que penso, faço, enfim!…
    Em suma, criei meu blog por hobbie – um daqueles que mais amo!
    Até que descobri que através dele podemos ter uma fonte de renda também – há um mês, mais ou menos, venho batalhando por profissionalizá-lo, muito embora meu objetivo seja não torná-lo comercial 100%, já que o que mais amo nele é exatamente essa atmosfera de lar.
    O Facebook entrou muito atualmente “na história”. Diga-se: mesmo meu perfil pessoal (aliás, familiar)só comecei a movimentá-lo depois que criei o blog. A Fanpage veio há muito pouco tempo e por conta do blog mesmo.

    Parabéns pelo artigo, tão relevante especialmente em tempos atuais.
    Estou recomendo-o agorinha!!!
    E seja sempre muito bem vinda ao Meu Doce Lar! Amei recebê-la!!!

    Que Deus muito abençoe vc e sua família!
    Bjs!!!
    Meu Doce Lar
    Fanpage
    Twitter
    G+

  5. Carlos Emerson Jr.

    Gostei da sua defesa dos blogs, Denise. Uso o Face,Twitter e até o Google+ para divulgar meu blog, da mesma maneira como já usei o Orkut e outras redes menos votadas e já desaparecidas. Você lembrou bem, o Facebook não é nosso, simples assim. Um grande abraço.

    1. Denise Rangel

      Emerson,
      Assim como as redes que você citou perderam-se, prefiro não arriscar e manter meu próprio domínio.
      Abraço, garoto

  6. valter ferraz

    DE, sou seu leitor assíduo desde sempre. Sou produto dos blogs e não sei ser ingrato. Devo ao blog minha primeira publicação (e vc sabe disso). Por isso, serei sempre fiel.
    Às vezes penso que o modelo se esgotou, noutras, como agora, vejo que está vivo. Vamos em frente.
    De todo modo, sinto falta da reciprocidade, do vapt-*vupt que o blog proporcionava.
    Com você sempre, menina.
    Beijo.

    1. Denise Rangel

      Valter,
      Que bom ver seu comentário aqui! Este é um dos presentes que a blogosfera me deu: amigos como você e a Aninha!
      O blog é como um filho. Não o abandonarei nunca.
      Abraço, garoto

  7. cilene

    Ainda acredito no meu…está cada vez melhor…mas eh cada dia mais difícil também continuar fazendo. Você falou que o Facebook determina o que vai ou não ser mostrado, eh verdade, mas no caso dos blogs eh o Google que faz isso e de maneira muito cruel também.

    1. Denise Rangel

      Cilene, pode ser que os mecanismos de busca sejam muito criteriosos, mas, bom conteúdo é fácil de se achar.
      Beijo, menina

  8. Beth Lilás

    Olá, Karin!
    Você disse tudo muito bem com relação a estas duas redes sociais, há diferenças e a que mais me encanta é esta possibilidade de escrever um texto onde possa deixar mais claramente minhas ideias e isto só pode ser nos blogs. Tenho o meu há 7 anos, mas este ano comecei a interagir no face e no G+ e percebi uma coisa, as pessoas, algumas antigas que iam ao meu blog, não expressavam verdadeiramente suas ideias, principalmente as políticas, quando puderam se expressar pelo face, tornaram-se arredias e indiferentes comigo, pois não partilho das mesmas paixões políticas que elas. Ali, senti uma ruptura, um certo desprezo e abandono ao meu espaço tão antigo na internet. Tento mostrar através das minhas sempre visitas, com educação e respeito, que separo bem as duas coisas, mas infelizmente, o facebook tornou algumas pessoas intransigentes e rancorosas. Continuo mais assíduas aos blogs, por lá a atenção e respeito são bem mais interessantes.
    Vida longa aos Blogs!
    um abraço carioca

    1. Denise Rangel

      Beth,
      É exatamente a este furor provocador de desavenças que me refiro. É mais fácil gerir as animosidades em nosso blog. Penso.
      Beijo, menina

  9. Maria

    Prefiro sem qualquer dúvida a profundidade da blogosfera à rapidez e ao caráter volátil do Face…É na blogosfera que tenho ganho amigos virtuais que em alguns casos passaram até para o mundo real, é lá que gosto de expor as minhas ideias e ouvir as opiniões, dar simplesmente os bons dias ou partilhar um momento especial ou uma especial dúvida…não a blogosfera não está moribunda…mas nela só sobreviverão aqueles que dela esperam o que ela tem para dar…! Curiosamente cheguei aqui através do face…parece que é útil portanto:)), mas gostei muito e bem gostaria de ficar a seguir da forma antiga…:))!
    Um bom dia!
    Maria

    1. Denise Rangel

      Maria,
      Como eu disse, mantenho as fanpages de meus blogs no Facebook, apenas como uma referência. Creio, entretanto, que meu espaço de discussão e de fazer amigos é aqui, neste espaço.
      Beijo, menina

  10. Beth Lilás

    Voltei, Denise, para me desculpar, pois chamei-a de Karin e minha amiga Luma me avisou a tempo. Desculpa vai, vi em cima o nome da Karin e me confundi.
    um grande abraço carioca

    1. Denise Rangel

      🙂

  11. Josú! Barroso

    Disse tudo…

    1. Denise Rangel

      🙂

  12. João Antonio Rodrigues Ventura

    No face raramente se tem oportunidade de discutir alguma ideia ou assunto mais consistente. Uso o face (já usava o orkut) para divulgar o meu blog, mas até isto anda muito difícil, dada a velocidade das postagens na rede. Estou com você, prefiro a serenidade dos blogs. Grande abraço.

    1. Denise Rangel

      João Antônio,
      A impressão que tenho também é de que esta correria de lá é desencorajadora de discussão.
      Abraço, garoto

  13. Wallace Vianna

    As redes sociais sao efêmeras: procure uma postagem sua no FaceBook, feita há seis meses ou um ano atrás: por mais que haja classificação de períodos, o FB decide o que fica e o que sai (o critério é a popularidade da postagem ou seu valor comercial, p.ex.).

    As redes sociais são como uma pesquisa no Google: servem para aquele momento, e se você quiser guardar, invente seu modo, pois não há “favoritos” de suas postagens.

    As rede sociais se parecem com a Wikipedia: todos podem postar novos comentários – ou recriá-los – a partir de sua observação, inclusive descaracterizando seu ponto de vista.

    As redes sociais não tem memória, tem finalidade, como a página de jornal ou anúncio da véspera: informar algo que será descartado nos dias seguintes para dar lugar à nova notícia ou produto anunciado.

    As redes sociais são apenas do presente; não são do passado pois muitas já vieram e se foram; não sei se são do futuro: não me lembro de nenhuma rede social, tirando o Orkut, que tenha movimentado uma comunidade de pessoas e criando pequenos hábitos ou formas de se expressar (fulano foi clasificado como legal, confiável ou sexy? Quem são seus fãs?). E mesmo assim o Orkut passou. E o MySpace? Se você é músico ainda se lembra dele, não?

    Se fosse colocar na balança, os Blogs são minha preferência, apesar de muitas de suas características estarem presentes também nas redes sociais.

    Longa vida aos Blogs!

    1. Denise Rangel

      Excelente colocação,Wallace.Eu mesma já perdi vários arquivos que guardava em uma rede extinta.Agora é lutar para que a blogosfera se mantenha cumprindo sua função.
      Abraço, garoto

  14. Renata Pinheiro

    Dê, adoro o Facebook, entro todo dia e acho que é a rede em que mais interajo, atualmente. Pra evitar que atrapalhe muito a produtividade, filtro bastante o que acompanho, removendo notificações de jogos, por exemplo, ou de assuntos que não me interessam muito.

    Mas certamente continuo preferindo os blogs! Acho muito mais gostoso ler um texto mais elaborado, escrito com tempo e dedicação pelo blogueiro. 🙂

  15. Roseane

    Pois é o FB tem vantangens e desvantangens. Outro dia estava pensando em encerrar o blog e abrir uma página no FB. Mas eu fui procurar uma informação na página de uma pessoa, e a informação não estava mais tão visível. Fiquei bastante tempo procurando e nada, desisti. De ambos, de achar a informação e de ter uma página.
    Por enquanto o blog continua…

  16. Pipuska

    Nunca fui fã do Facebook e com o tempo tenho detestado ainda mais, como gateira que sou as pessoas acham de compartilhar comigo todas as tragédias possíveis e imaginárias as quais todos nós sabemos que os animais sofrem, além disso outra coisa que me irrita no face é a falta de assunto relevante, postar a foto da comida então é na minha opinião é o cúmulo da falta do que fazer. Mas claro que não dá para generalizar, adoro os posts com comentários engraçados que estão a cada dia diminuindo, mas mesmo assim ainda me fazem rir e querer compartilhar rsrsrs

    1. denise rangel

      Pipuska, se a opção é manter um perfil por lá, uma alternativa é usar os filtros do que se quer ver e compartilhar.
      Beijo, menina

  17. Balanço anual e desejos para o blog em 2015 | Sturm und Drang!

    […] um outro momento, reafirmei minha intenção de usar apenas os blogs para produzir conteúdo. E não me render ao ruído daquela rede social. É bem possível que a velocidade de atualizações nos perfis do Facebook deixem os posts […]

  18. Comentários matam ou ressuscitam seu blog? | Sturm und Drang!

    […] No entanto, serviços de comentário de terceiros dentro de seus posts pode aumentar o tempo de carregamento da página. E discussão em redes sociais nem sempre são produtivas. Ainda prefiro a serenidade dos blogs ao ruído facebookiano. […]

Leave a Reply

WordPress spam blocked by CleanTalk.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...