Páscoa cara. Caríssima.

Ir ao supermercado, nesta época da Páscoa, significa gastar uma grande quantia em dinheiro e trazer pouco itens.  Um senhor, diante dos preços exorbitantes comentou: “daqui a pouco, as pessoas virão ao supermercado apenas para olhar as vitrines!”

No entanto, ovos de chocolate enormes, várias caixas de bombons, colombas pascais  e coelhinhos comestíveis e de pelúcia estão lá, colorindo os carrinhos na fila do caixa. Mesmo com o preço nas alturas o povo os compra com a maior devoção. E até o caríssimo  bacalhau – que custa mais caro ao meio ambiente, já que várias espécies de peixe consumidas nesta época são ameaçadas de extinção, não fica de fora nas compras de Páscoa.

Grande parte das pessoas que prepara a mesa farta no domingo nem celebra  a Páscoa cristã. Muitas, talvez nem creem na ressurreição de Cristo, mas comemoram o feriado da Páscoa com ovos de chocolates, coelhos e bacalhau. É como no Natal, em que se consome peru por tradição, sem nem ao menos ser cristão.

Nada tenho contra os “símbolos”, desde que a criança ou o adulto estejam cientes de que a Páscoa é vida renovada.  Se não formos cristãos em nosso dia a dia, cumprir tradições em datas marcadas não me soa coerente.  E a verdadeira celebração é aquela em que finalmente podemos deixar o egoísmo e permitir que Ele seja realmente ressurreto.

Que a nossa páscoa seja diária, ou seja, que todo dia estejamos relembrando Sua ressurreição com as atitudes do dia a dia. E pensarmos que, cada vez que nossa mesquinhez se manifesta, Ele continua crucificado dentro de nós. Do contrário, a Páscoa será apenas uma data muito cara. Caríssima.

Imagem: daqui

Gostou do Blog?

O que é RSS?

Assine o Feed RSS ou receba nossos textos por email. É grátis!
Digite seu email:

2 comentários para “Páscoa cara. Caríssima.”

  1. Allan

    Pois é, isso também me assusta. Tudo perde valor e significado, só conta consumir. Não sou religioso, mas prezo tradições que orientam o caminho a quem se sente perdido.

    Eu adicionaria ao comentário do senhor, que daqui a pouco vai ter fila pra entrar no supermercado.

    Escrevi sobre a Páscoa este ano e no ano passado:
    http://cartadaitalia.blogspot.it/2012/04/pascoa-na-italia.html

    Feliz Páscoa!

    🙂

  2. luma

    Denise, esse ano não comprei ovos de chocolate justo por causa do preço absurdo! Ando revoltada com a indústria do chocolate, você sabe!
    Os coelhinhos da embalhagem que ilustra o seu post, alguns parecidos, aprendi a fazer no blogue da Luci Cardinelli, além de saquinhos para acomodar chocolate. Foi assim que fiz esse ano!

Leave a Reply

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
%d blogueiros gostam disto: