16 comentários para “Mas, acontece que eu sou triste”

  1. aninha-pontes

    Pois é meu bem, fazer alguém feliz, nos faz felizes.
    Mas, também não podemos fazer alguém felizes se nos sentirmos infelizes.
    Ninguém pode dar o que não tem.
    Acho que todas as suas mudanças, mostra apenas que pode ousar, que lhe é permitido ousar.
    Pensar no próximo é muito gostoso, mas olhe-se sempre antes, para ver se está dando algo que vale a pena.
    O ano novo sempre nos promete coisas boas, mas não vem do nada, depende de nós conquistar e viver as coisas boas.
    Beijos renovados.

  2. aninha-pontes

    Não consegui abrir a caixa de comentários da Ana Paula, mas mesmo atrasada, vim deixar um beijo à ela, embora tenha visto o post no dia mesmo.
    O bem me mostrou lá na casa dos meninos, mas estava sem acessar comentários.
    Que Deus a abençoe todos os dias, que lhe dê tudo que desejar, e que possa ser feliz todos os dias ao lado de sua princesa.
    beijos às tres.

  3. Yvonne

    Denise querida, nada como fazer um levantamento de nossa vida. Você deve estar na fase de mudança de ciclo e isso é bom. Desejo para você muita felicidade neste ano recém iniciado. Beijocas carinhosas e vamos nos ver.

  4. leticia coelho

    Verdade querida…esse teu pensamento me faz pensar tb! Quando fazemos as outras pessoas felizes nos sentimos bem!!
    beijocas minhas

  5. Cláudio Costa

    É quase sempre assim: ao olharmos o passado, sentimos dor pelas perdas ou culpa pelo que não fizemos ou fizemos mal. Às vezes, ao contrário, experimentamos sadio orgulho e alegria pelas conquistas, pois elas existiram. Se olharmos demasiadamente para o futuro, o resultado é medo e ansiedade. Medo de não conseguir os objetivos e ansiedade pela pressa em resultados. Também podemos ser tomados de fé e de energia, força para o trabalho e esperança nas conquistas. No presente, temos o hoje, o aqui e o agora, cuja vivência somente será plena de tivermos consciência de nosso poder e controle de nossas ações. Viver em plenitude é o que lhe desejo neste limiar de 2008. Saudações.

  6. Ordisi Raluz

    Eu não acho que Vinícius seja Deus. Não o tenha ao pé da letra. Tristeza tem fim e felicidade pode ser duradoura. Tudo é relativo. E é nossa energia interna que nos leva à frente, a enfrentar os desafios à medida que a coragem e a maturidade nos chegam. E, ao conhecê-la – mesmo que rapidamente – você me passou ser uma pessoa com muita energia e discernimento. Isso sim o que importa. Alegre 2008. Beijos felizes.

  7. valter ferraz

    Denise, olá menina triste. Também sou entristecido, mas isso não muda coisa alguma. A essência sim, é o que importa. E a disposição em querer fazer o bem. Nisso voce está bem à frente. E vontade de mudar, já é um sintoma de mudança.
    Beijo, menina

  8. Mário Leal

    Denise, fazer o bem só faz bem. Precisamos sempre insistir nisso, reafirmando a nossa vontade de sermos melhores a cada dia. Passei para agradecer o seu gentil comentário postado no APOIO. Muito Obrigado.

  9. Adelino

    Denise, gostei muito do seu depoimento. Faz bem, e anima.
    Tudo de bom pra vocês neste Ano Novo.
    Baijos

  10. Adelino

    Em tempo. Excelentes entrevistada e entrevistador. Meus parabéns.
    Abraços

  11. Márcia(clarinha)

    Querida Denise,
    que belo depoimento, claras conclusões e firme conhecimento de você [nem todos conseguem “se ver” tão bem].
    O casulo sempre será nosso abrigo, sair dele faz parte do crescimento e mesmo quando estamos felizes para lá voltamos, a tristeza existe mas vai embora no momento que começarmos a sentir a doce saudade, lembranças suaves que jamais nos abandonam e até alegram nossos dias.
    Felizes sejam todos os seus momentos querida e obrigada pela presença “real”, adorei, sabia? rss 😉
    beijos

  12. Lizzie

    Acontece que somos todos um pouco tristes.
    É como disse Lispector: “Quê há de se fazer com a verdade de que todo mundo é um pouco triste e um pouco só?”

    Adorei teu blog, magnífico!
    Beijo grande.

  13. denise

    Pessoal querido, agradeço a todos as boas e sábias palavras. Na verdade, todos estamos em transformação constante. Minha tristeza não é depressiva nem doentia, apenas a frustração pelo que não pude fazer pelos que já perdi. Com certeza, minha alegria e felicidade dependem de minha fé em Deus e no amor ao próximo. Beijos e abraços em todos vocês, meninas e garotos

  14. Lucia Malla

    Denise, q em 2008 mais estranhezas aconteçam. Pq elas dão sabor diferente à vida, né? Um grande beijo pra vc!

  15. Meu Google Reader (27/12 - 05/01) | 30 & Alguns

    […] & Afins: 2007 – Pensar Enlouquece, Pense Nisso! Eu tive um sonho – O Pensador Selvagem ‘Mas, acontece que eu sou triste’ – Sturm und drang! Vai um bife clonado? – Lino Resende Uma foto 3×4 todo ano – Eu Podia Tá Matando […]

  16. Adao Braga

    Querida, a maioria, só reclama da rotina, quando vão se referi ao casamento, porém, todos vivemos de rotina, alguns percebem a rotina cansativa que se tornou a vida deles, o caminho percorrido, e também aquele a percorrer, e variavelmente, alguns mudam, outros desejam, porém, permanecem na rotina de sempre.

    Não faço promessas de ano novo, porque, não gosto de ficar devendo, e promessa é dívida, assim, começar o ano devendo, não é uma boa meta!!!

Leave a Reply

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
%d blogueiros gostam disto: