11 comentários para “Jogar fora seu eletroeletrônico não é o melhor negócio”

  1. valter ferraz

    DE,
    o preço dos materiais e da mão de obra hoje não compensam o conserto. Vivemos a era dos descartáveis e é irreversível isso.
    Com a economia de escala, os preços dos equiptos tendem a cair mais e mais. Como exemplo, celulares e computadores. Um Notebook, hoje custa o mesmo que um desktop e na hora da compra já sabemos que será descartado tão logo chegue um modelo mais novo.
    O jeito é apelar para a Naná, aquela artista plástica que confecciona bijoux com partes eletrônicas, né?
    Beijo, menina

    ps: não fica brabinha com minha brincadeira do IR, tá?

  2. denise

    Nem todo mundo manda para as “Nanás”, por isso, o ideal é que se doe para alguém ou se devolva à própria loja. O que não se pode é deixar no lixo. Não acredito que seja irreversível. É uma questão de hábito.
    Sem neuras sobre o IR, hehe.
    abraço, garoto

  3. Márcia(clarinha)

    O negócio é ter em mãos endereços de quem os aproveite sem destruir a natureza…
    Hoje em dia compramos sabendo que logo os descartaremos, infelizmente.

    Minha querida, também eu sinto saudades suas, moramos tão perto e nunca o tempo nos favorece encontrar, vamos combinar algo, um café, um papo, um abraço e um riso, que tal?

    Princesinha vai bem? Carinho nela.

    Pra você meu beijo e desejo de lindos dias

  4. Grace Olsson

    Querida Denise, eu troco de cãmera fotográfica a cada seis meses – por questão de necessidade mesmo, já que venho investindo nessa área- mas semrpe dou um jeito de vendê-la por um preço baixo we celular, tnho um dos mais simples.Passei 6 anos comum e só troquei por que quebrou.
    bjs e dias felizes
    Mais um post infromativo

  5. Yvonne

    Denise, normalmente eu dôo o que não necessito mais, mas valeu a pena o seu post informativo.
    Beijocas

  6. Tina

    Oi Denise!

    Eu sempre que troco de celular faço questão de doar o anterior. E aqui no escritório temos coletor de pilhas e baterias que são encaminhadas para reciclagem.

    Ótimo post, parabéns querida.

    beijos e boa semana,

  7. denise rangel

    Grace e Yvonne,
    Vocês fazem a coisa certa. O perigo é o descarte irresponsável, de certas pessoas, que jogam em qualquer lugar, o seu lixo.
    Tina,
    O uso de coletores deste tipo devia ser obrigatório em todo lugar público, não acha?
    beijo, meninas

  8. denise rangel

    Marcia, na própria loja em que se compra os aparelhos, pode-se deixar o usado. E os que funcionam podem ser doados em orfanatos, por exemplo.
    beijo, menina

  9. Carlos Emerson Jr.

    Eu costumo doar esses eletrônicos sem uso. O que não pode é jogar no lixo.
    Um beijão.

  10. denise rangel

    Carlos,
    Há sempre alguém que precisa de um celular. Também dôo os meus.
    abraço, garoto

  11. Consertar ou comprar um novo notebook? | Sturm und Drang!

    […] levam muitos anos para se decompor. Embora pareça que tive um grande prejuízo, quero pensar que quem lucra é o ambiente e que a geração futura é beneficiada por nossas ações responsáveis […]

Leave a Reply

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
%d blogueiros gostam disto: