6 comentários para “Dar umas boas risadas”

  1. Tony

    fui criado num ambiente de poucos sorrisos, e de poucos motivos para sorrir. A dificuldades incessantes e as personalidades sisudas, talhadas na miséria da infancia e nas dificuldades do crescer, fizeram do meu lar um ambiente de responsabilidade e compromissos, de uma alegria um tanto mais abstrata que a que se traduz no sorriso. Mas fui aprendendo a alimentar a felicidade como um estado de espirito, e não como uma condição (esta, a alegria, transitória). Então somos ou não felizes, e nos permitimos, conforme as circunstancias dos dias, estar alegres ou tristes. Mesmo com as falhas e perdas irreparavéis, sempre há um motivo para sorrir. E outros tantos para ser feliz, conforme a vida que permanecemos construindo.

    Sobre historias engraçadas, fui “personagem” de poucas… a mais marcante é que num dos primeiros jogos de futebol que fiz no recreio do ensino fundamental, pulei alto demais e ao descer acabei caindo bem errado, então foi como se tivesse flutuado. Foram quase 2 anos de zoeira com isso, entre os colegas de sala, heheh… beijo!

    1. denise rangel

      Tony,
      creio que somos da geração sisuda, de poucos sorrisos. Era assim, em minha infância também. Por muitos anos, encarnei este papel que a vida me impôs. As pessoas me diziam que eu parecia triste. Hoje em dia, acredito que a presença de uma Princesinha em minha vida contribuiu muito para eu deixar as alegrias do dia a dia suplantarem as tristezas de todos os dias.
      Ah,aha, um tombo sempre arranca risadas! Nunca entendi como a dor alheia possa ser hilária, mas é inevitável. Certa vez, em minha juventude, minha mãe escorregou e caiu. Foi muito engraçada a queda. Eu ria tanto que nem tinha forças para levantá-la. Foi triste.
      abraço, garoto

  2. Renata Guedes Pinheiro

    Sempre sorri muito, mas passei uns anos aí bem contida. Lembro do dia, depois desse período, em que ouvi o som da minha própria risada pela primeira vez…
    Mesmo os dias mais complicados ficam mais leves com um bom sorriso! Sou grata por ter por perto pessoas que ajudam a ter motivos pra sorrir.
    E, pelo que vejo, a Princesinha é uma dessas pessoas que melhora o dia de todo mundo! 🙂
    Beijão pras duas!

    1. Denise Rangel

      Rê, a gente fica sisuda com o estresse do dia a dia. Deixar o riso fluir pode ser uma válvula de escape poderosa.
      Agradeço a Deus por ter a Princesinha em casa.
      Beijo, menina

  3. Joana

    Os blogs não podem acabar e não vão, enquanto tiver pessoas como vc eles sempre existiriam

Leave a Reply

WordPress spam blocked by CleanTalk.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...