9 comentários para “Como ajudar o adolescente que perde os pais?”

  1. aninha pontes

    Denise, realmente é muito difícil, assim como é difícil ajudar qualquer pessoa que tenha perdido alguém muito amado.
    O que nos resta, do lado de fora, é mostrar amor, carinho, compreensão. Pode não ser a solução para as dores vividas, mas com certeza, vai aliviar um pouco do sofrimento desse coração.
    Você é doce, e eu amo você assim, com seus medos, com suas supostas fraquezas.
    Beijos

  2. Lucia Malla

    Denise, não sei como lidar, mas eu tive um amigo que perdeu pai e mãe num acidente de carro. Ele era um doce, mas tinha sempre uma tristeza mais profunda no olhar, mesmo quando ria. Só o tempo restabelece a plenitude nesses casos, em minha opinião.

  3. Meu Google Reader (20/05 - 26/05) | 30 & Alguns

    […] Como ajudar o adolescente que perde os pais? – Sturm und drang Vai… Vai quem? Parte 5: cuide bem do seu ídolo – Marmota, mais do mesmo Somos ou não somos heróis? – Lino Resende GENTE ESTRANHA – Pirão Sem Dono Comparações – Adão Braga, corpo, alma e espírito Não queria dizer adeus… – Palavras … Todo mundo tem razão? – Gerador de Improbabilidade Infinita Parada Gay 2008 – Eu sobrevivi – Chiqueiro Chique […]

  4. Lino

    É mesmo difícil lidar com perda, da gente ou de quem está próximo, principalmente se adolescente. Acho que o fundamental é o apoio, que deve ser explícito.

  5. Jana

    Bom…perdi minha mãe com 16 anos. não tenho irmãos… atualmente vivo com meu pai doente e distante emocionalmente de mim como eu dele.
    Até hoje tenho trauma dos dias da minha mãe no hospital porque mesmo tendo 16 anos na época fiquei com ela dormia com ela fazia tudo..nunca vou esquecer o que vi..
    Emfim acho que “superei” sozinha porque ninguém nem mesmo meu pai perguntou como me sentia. fiquei calada todos esses anos e permanecerei calada.emfim..não vai trazer ela de volta…Procuro esquecer os problemas tocando instrumentos musicais! ^_^

  6. affonso

    nao sei muito bem tenho15 anos maix nao sei q faria se perdece minha mae mais ja sei q nessa hora o nosso penssamento e nasso pior inimigo pq ti faz lenbrar quando sua mae ia me corrigir e eu a respondia nao atendia oq ela mando vc fazer minha mae ta com cacer to tentando dezabafar porque nao quero lenbra desses momento maisse o pior acotecer eu queria ja esta pronto mais nao tem como se preparar para esse tipo de colsa

  7. affonso

    se eu perde a minha mae eu prefiro morre

  8. Jana

    Eu perdi minha mãe quando tinha 16 anos… Eu acabei desenvolvendo uma depressão que só foi descoberta 3 anos depois e hoje nem os remédios dão jeito no meu sofrimento…já até parei de tomar… Eu não consigo tirar da cabeça os dias que se foram passando no hospital…Com a perda dela toda a sensação de segurança que eu tinha veio a baixo e hoje, diferente de antigamente, não tenho nenhuma meta na vida…e isso é horrível pois só vem uma coisa a minha cabeça…uma forma de me ver livre desse sofrimento e dessas lembranças dolorosas.

  9. Sara

    Eu perdi a minha mãe 1 semana depois de fazer os 15 anos, ela lutou mais um pouco para poder estar comigo no meu dia de anos, ela tinha cancro e lutou contra este monstro durante muitos anos…cerca de 9 anos. Na altura quando as idas ao hospital eram constantes apercebi-me que já não havia vota a dar que estava mesmo a chegar ao fim por muito que eu nao quisesse iria acontecer… No dia que ela faleceu eu e o meu irmao estivemos com ela, eu tive a oportunidade de nos ultimos momentos da vida dela lhe dizer que nao havia problema em ela ir, que nao precisava de lutar e que era a minha heroina e que a amava. Depois de dizer isto a respiraçao dela simplesmente parou… e foi ali que perdi a pessoa que nunca irei esquecer e que amo…. Há quem diga que com o passar do tempo a dor deixa de ser tão grande.. mas na minha opiniao ela vai crescendo… vai custando um pouco mais quando queremos recordar-nos dos momentos e simplesmente isso nao acontece , nao nos lembramos da voz dela aquilo que eu gostava mais de ouvir. Eu simplesmente, sou daquelas pessoas que ri por fora, estou sempre com cara de quem está feliz, mas é as vezes á noite na minha cama que dou por mim derrotada, que derramo algumas lágrimas pois não gosto de mostrar as pessoas aquilo que estou mesmo a sentir porque, para quê? para virem sempre com as mesmas palavras de senso comum? era o melhor deita cá para fora, é normal chorares, ok eu choro mas deixem simplesmente chorar porque faz bem…. Acho que nao há forma de ajudar alguem que perdeu uma mae ou um pai pois a dor continuará sempre lá.

Leave a Reply

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
%d blogueiros gostam disto: