Acampamento consciente

Pois é, nas férias, as pessoas parece que voltam a ser crianças e esquecem os bons modos na hora de se divertir. Já falei aqui da sujeira na praia, deixada pelos cidadãos, que se esquecem de retirar o lixo que produzem na areia.

Há também os que optam por acampar, e é sempre bom lembrar que, para proteger a natureza, deve-se evitar fazer fogueira e usar o fogareiro. Mas, caso o cidadão acenda uma fogueira, jamais deve esquecê-la acesa. Todo cuidado é pouco para evitar a propagação do fogo e causar incêndios que destroem a flora e matam os animais silvestres.

E nem pensem em jogar nos rios, lagos ou nascentes seus restos de detergentes, sabonetes e o que mais a imaginação sugerir. Joguem a água suja de lavagem de louça a, pelo menos, 30 metros do rio ou lago, de preferência sobre pedras ou cascalhos. Evitem jogar produtos químicos na água pois podem matar diversos animais, além de poluir a água que vocês usarão para beber.

Nunca é demais lembrar que o lixo produzido nas trilhas ou no acampamento tem de ser acondicionado e trazido de volta. O lixo orgânico deve ser levado de volta, para evitar que animais morram ao comer os restos de alimento ou suas embalagens. Deixar o lixo pelo caminho é algo fora de cogitação.

Segundo a escoteira Anaiá Casarin, as únicas coisas que  devem ser muito bem enterradas são os dejetos humanos. Todos os lixos, até mesmo o orgânico, DEVEM ser levados.

Ambiente preservado e diversão responsável. Boas férias!

imagem: daqui

Gostou do Blog?

O que é RSS?

Assine o Feed RSS ou receba nossos textos por email. É grátis!
Digite seu email:

5 comentários para “Acampamento consciente”

  1. Carlos Emerson Jr.

    É por aí mesmo, Denise, mas minha fase de acampar já acabou tem tempo…
    Se bem que adoro fazer uma trilha aqui pelas montanhas. Mas para dormir só na minha cama ou numa cama de verdade. Até porque minhas costas já não tem mais 20 anos…
    Um beijão.

    Pois eu prefiro evitar trilhas. sou muito medrosa. também prefiro algo mais seguro, hehe.
    abraço, garoto

  2. aninha pontes

    Eu ainda sonho com um povo educado.
    Não esses que passaram por aqui este final de ano.
    A cidade está um lixo só. Ainda não conseguiram limpar a sujeira dos porcos.
    Quanto a acampar penso como o Cejúnior. Prefiro minha cama, minhas costas agradecem.
    Beijos

    Um dia esse sonho se realizará.
    Talvez a virose pela água ensine essa raça.
    Concordo com você, a cama da gente é o que há, hehe.
    beijo, menina

  3. valter ferraz

    DE, por aqui a única coisa que os porcalhões levam de volta são as latinhas de cerveja vazias. Os dorme-sujos não deixam para a população local. Dá até briga, às vezes.
    Com a Aninha eu até toparia um acampamento, mas como ela já disse, “armamos nossa barraca” por aqui mesmo.
    Beijo,

    Está explicado por que a virose provocada pela água. Muita sujeira, né.
    Você e a Aninha são o casal 20, a gente já sabe.
    abraço, garoto

  4. Anaiá Casarin

    Denise, sou escoteira e sinto corrigi-la. As únicas coisas que são muito bem enterradas são os dejetos humanos, todos os lixos, até mesmo orgânicos, DEVEM ser levados.
    E vocês não sabem o que perdem em não acampar, a felicidade é tanta que todas as dores somem e não voltam.
    “Viver neste ar livre que Deus nos deu, entre colinas e árvores, pássaros e animais, junto ao mar ou rios, isto é, viver com a natureza, tendo sua pequena casa de lona, preparando sua própria comida e explorando em sua volta- tudo traz saúde e felicidade, num grau que nunca se consegue obter enter tijolos e a fumaça da cidade.” Baden-Powell, fundador do Escotisno.
    Sempre Alerta!

    1. @deniserangel

      Obrigada, Anaiá
      Vou já colocar uma atualização.
      beijo, menina

Leave a Reply

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
%d blogueiros gostam disto: