4 comentários para “Fogo e água na vistoria anual”

  1. Executiva de Panela

    Ai que ótimo texto! Um misto de desconforto com essa burocracia comportamental dos funcionários dos órgãos públicos e ao mesmo tempo diversão com as situações que passamos com esse sistema tecnocrata. De fato há algo estranho em priorizar um esguicho de para-brisa contra um extintor de incêndio! Coisas do Braziú. Beijos, Paula

    1. Denise Rangel

      Paula,
      Prazer recebê -la aqui!
      Pois é, a gente se acostuma a rir das situações absurdas a que somos obrigados a passar, por conta de abuso autoridade. Se reclamar, corremos o risco de sofrer sanções e, em casos extremos, em situações de protesto, bala de borracha e spray de pimenta.
      Beijo, menina

  2. Allan

    Por aqui o Detran cuida apenas da documentação. A vistoria acontece em uma das muitas oficinas autorizadas. Mais: o carro pode estar com algum problema, mas a oficina só conclui a vistoria se o defeito for consertado (na própria oficina). Como são muitas oficinas – inclusive a concessionária que lhe vendeu o carro – não há filas e você pode marcar hora por telefone. O próprio mecânico testa tudo enquanto você espera. Sentada/o, dentro da oficina, com cafezinho.

    O esguicho d’água do pára-brisa serve para limpar em caso de lama, por exemplo. Já o extintor é desnecessário. Quantas vezes ele salvou você de uma situação perigosa? Além disso, o ideal em caso de incêndio é ficar longe do carro. Morreram de rir quando contei que os carros no Brasil usam extintor.

    A única coisa em comum é a incompetência e a burocracia.

    🙂

Leave a Reply

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...