8 comentários para “A voz de Drummond me segredava”

  1. valter ferraz

    “Ouvindo a Vivina assim, dá até vontade de ter família. Família torta igual à minha, igual a todas. Muito de perto ninguém é normal, nem família nenhuma é perfeita. Mas deixando de lado o imperfeito, que bom ter uma família e saudades, muitas para lembrar.
    Voce, Denise, está bem de amigos. Está bem de família.
    Beijo, menina(s)

    1. deniserangel

      Graças a Deus, tenho amigos de verdade. Poucos, mas verdadeiros. Sobre a crônica da Vivina, fico imaginando estas famílias de antigamente. Não vemos mais isto hoje em dia. Uma pena.
      abraço, garoto

  2. aninha pontes

    Nossa, se não tivesse assinado, eu diria que este texto é da Vivina. O jeiot gostoso de ter saudades, de lembrar de quem está por perto, e quem já se foi.
    E, temos de concordar, avós não morrem, nem pessoas que gostam de viver e ser feliz.
    Beijos prás duas.

  3. Vivna de Assis Viana

    Ah, Denise, Aninha e Valter, amigos mais que queridos:

    Pois é, esses afetos familiares fazem muito bem. Tanto, que a gente até escreve sobre eles.
    Os amigos lêem, comentam, e tudo isso me emociona, de verdade. Posso querer mais?

    Beijos triplos
    Vivina

    1. denise rangel

      Vivina,
      Uma boa escritora merece toda nossa admiração. Uma boa escritora amiga nossa, merece nossa admiração triplicada, pois nos deixa orgulhosos, hehe.
      beijo, menina

  4. Lugar de passarinho é na gaiola do coração | Sturm und Drang!

    […] passarinhos do mundo, da editora Autêntica, é o novo livro de  minha querida amiga Vivina de Assis Viana, que acabei de ler para a minha Princesinha, há alguns momentos, antes de escrever este […]

  5. alfred angelo mother of the bride plus size

    I’m excited to find information on this that’s not dull. Your presentation, writing style and points are well-done and interesting. You have done a great job with writing this article aimed at readers like me.

Leave a Reply

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...