2 comentários para “Diga “não” sem se constranger”

  1. aninha pontes

    Ah! que delícia.
    Tô até vendo. A gente fica totalmente bobos.
    O fato de não gostar de cozinhar, tem um lado positivo. Nunca vai deixar sua neta gordinha, precisando controlar a alimentação.
    Mas você tem razão, por eles, fazemos até o que não queremos.
    Érickinho esteve aqui no sábado. E, ficamos eu, o vovô e o tio Pablo, todos babando por ele.
    Beijo meu bem.

    1. denise rangel

      Aninha, somos abençoadas mesmo. Com todo trabalho que a gente tenha ao cuidar deles quando a mãe não está, o prazer é muito maior. Imagine resistir à Princesinha colocar os pufes em fila e correr em volta deles me chamando: “vem, vó, dança das cadeiras, vem, vó!”
      É bom demais. Beijo no Erickinho, muitas saudades de todos vocês!

Leave a Reply

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...