18 comentários para “♥ Devia ter amado mais…”

  1. poutie

    Puxa, que texto lindo… somos duas, minha semana foi emocionalmente caótica e a música do Titãs veio a calhar, principalmente o último verso.

    Bem, estou te visitando pois também estou participando do amigo secreto da Denise. Legal conhecer um pouquinho mais de cada um dos participantes através de blogs. Um beijo e uma ótima semana para você!

  2. Edelize

    Ops – acabei não deixando o meu nome no comentário acima, pois estava logada no wordpress (blog no worpress está vazio, mas o do blogger está ativo). Beijos.

  3. Polly

    Passei aqui só pra conhecer teu blog que é liiindo!!!!!!!!!!!
    parabéns:) eu também estou participando do amigo oculto da denise:)
    bjs

  4. valter ferraz

    Denise, a confusão de sentimentos é própria de quem ama demais e pensa m ais ainda. Não complica, deixa a vida te levar. E depois, desistir prá quê?
    Olhe, cada vez que ouço essa música dos Titãs parece-me que Marcelo Fromer estava pressentindo sua morte, parece premonitória. Será?
    Quanto à árvores, livros e filhos, apenas convenções. O nosso livro a gente vai escrevendo dia a dia. E acho que eu derrubei mais árvores do que plantei. Só nessa semana, derrubei três. Uma delas virou compota.
    Beijo, menina

  5. Luma

    Denise, você é uma assassina de palavras! Onde já se viu queimar os manuscritos?! Amore, de tudo que recebemos na vida, alguma coisa nos é tirada, como que para ter um equilíbrio. Não há escolha sem renúncia e a morte é como uma justificativa para aquele tempo que existiu de vida. Você amou demais e ama tanto, tanto que se afoga em lágrimas. E quantas vezes teve que sufocá-la para levar alegria à outra pessoa, para que essa não ficasse triste junto com você?
    As árvores, os livros e os nossos descendentes, são raízes que plantamos na terra, são maneiras de perpetuarmos a nossa existência, senão nossa alma será fluído que se esvairá no espaço.
    Fica bem! Tem muita gente para você amar no mundo e que precisa desse amor! Beijus

  6. denise

    Poly e Edelyse, que bom recebê-las aqui! Tomara que esta amizade não se resuma ao amigo secreto. Já fui lá no blog de vocês e adorei! Voltem sempre!
    beijo,meninas
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    valter, é verdade: sou exagerada: amo e penso demais. Não acredito em premonição, mas em uma reflexão necessária que todos devemos fazer. Andas comendo árvores? Vai germinar, hein!
    abraço, garoto
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    Luma, ah, ah, “uma assassina de palavras!”. Já me senti assim. Arrependo-me demais por ter queimado meus “livros” .
    Você tem razão: vivo sufocando lágrimas. Obrigada por tão sábias palavras. Amo você.
    beijo,menina
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    Adelino, aprendi com a vida. Tenho tantas alegrias quanto tristezas, ambas de igual intensidade. Obrigada pelo carinho. Realmente, fui insensata em queimar meus escritos.
    abraço, garoto

  7. denise

    Aninha, eu sei, eu sei… Vocês me dão forças. Obrigada pelo carinho.
    beijo, menina

  8. valter ferraz

    DEnise, vc vai comer da árvore também.
    Aqui a gente te conta.
    Beijo, menina

  9. Adelino

    DENISE, concordo com a LUMA. Eu acredito que exista uma lei na VIDA estabelecendo um equilíbrio. Resumindo: a cada alegria corresponderia uma tristeza, ambas de igual intensidade. Uma compensação, digamos assim.
    Adoro seus textos. Foi um crime queimar o que escreveu.
    Beijos

  10. aninha-pontes

    Menina querida, a vida está aí, teimando com você, te obrigando a viver a amar, porque é importante.
    São tantas péssoas que precisam da sua alegria, da sua vida, do seu amor.
    Viver é uma dádiva, e você a tem em plenitude.
    Beijos.
    Até

  11. Claudia Lyra

    Denise, é sempre fortalecedor ler seus textos. Você não escreveu o livro do adágio, mas nos edifica com sua fé e coragem, qualidades que são evidentes no seu blog. Beijos, querida!

  12. Yvonne

    Denise, ler certos posts seus é a certeza de que Deus colocou alguém muito especial na minha vida. Querida, você é gente demais. Eu não me canso de repetir isso. Beijocas

  13. Daniela

    Olá, vim conhecer seu blog porque também estou participando do amigo secreto. Beijinhos

  14. Lord Broken Pottery

    Denise, querida,
    Seu texto me fez pensar. Essa coisa da árvore, do livro e do filho, sempre me toca. É tudo simbólico. Mas embora não acredite que essas necessidades sejam literais, sempre me comovo quando enfileram esses diabinhos. Cordélia e eu não tivemos filhos, não foi possível. Sendo assim, por essa enorme falta, nunca vou poder me realizar. Mesmo que já tenho escrito e plantado, faltou o principal. Acho que a vida é assim. Uma espécie de cobertor curto. Não dá para cobrir todas as partes do corpo. Sempre vai ficar alguma coisa sofrendo, morrendo de frio. O jeito é aquecer o que dá para ser aquecido.
    Grande beijo

  15. denise


    Valter, será palmito?…
    abraço, garoto
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    Claudia, obrigada, querida, mas é só gentileza sua.
    beijo,menina
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    Yvonne, e você também. Admiro sua força.
    beijo, menina
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    Daniela, que bom. Espero que volte mais vezes.
    beijo, menina
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    Lord, Será? Talvez. Não sei. A vida é tão complexa. Até quem tem tudo nunca se sente realizado.fique bem.
    abraço, garoto

  16. Luma

    Vai passear, tô sabendo! Aproveita para espairecer, dê beijuzinhos em todos por mim! Boa viagem! Beijus

  17. Magui

    O importatne é você estravazar seus sentimentos de forma ampla para não virar mágoa ou te deixar amarga. A vida é dura e vc sobreviveu.

  18. Mariaelisa Guimaraes

    Muita, muita emoção, querida.
    E sabedoria também.
    Somo senhores do que sentimos, logo, podemos medir ou regular a intensidade, assim queiramos, ou achemos necessáio.
    Um beijo, cheio de amor.
    Meg

Leave a Reply

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
%d blogueiros gostam disto: